Área Técnica da Anvisa recomenda uso da Coronavac em crianças de 3 a 5 anos

Escrito por em 13/07/2022

Nesta quarta-feira (13), a Área Técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a liberação do uso emergencial da vacina Coronavac para crianças de 3 a 5 anos. Atualmente, o imunizante é liberado para crianças a partir de 6 anos.

A recomendação para a faixa etária é de um esquema vacinal de duas doses, com intervalo de 28 dias, e mesma dose usada para adultos. Crianças imunocomprometidas não devem ser vacinadas por falta de informações sobre a aplicação no grupo.

A Coronavac foi a primeira vacina a ser aplicada no Brasil para iniciar a imunização dos brasileiros contra a doença. O imunizante está em uso emergencial desde 17 de janeiro do ano passado.

Além dos diretores da Anvisa, também participaram da reunião pesquisadores como a professora de Medicina Valéria Valim, da Hucam-UFES/EBSERH e coordenadora dos estudos sobre a efetividade da Coronavac, Rafaella Fortini, da Fiocruz Minas Gerais, Manoel Barra, da Fiocruz Bahia, e Marco Aurélio Sáfadi, da Santa Casa de São Paulo.

A agência recebeu no início de junho os dados adicionais referentes à solicitação para aplicação nessa faixa etária. A primeira reunião sobre a ampliação do uso entre a Anvisa e o Butantan foi em março, e um mês depois foram pedidas informações adicionais, alegando que os estudos enviados eram insuficientes.

Na última sexta-feira (8), a agência recebeu um pedido do Instituto Butantan para registro definitivo do imunizante. O prazo para a análise do pedido é de 60 dias.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background