CPI da Covid-19: após pagamento de fiança, Roberto Dias vai responder em liberdade

Escrito por em 08/07/2021

O ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, vai responder em liberdade pelos crimes de perjúrio e falso testemunho por causa do depoimento dado por ele ontem (7) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado.

Dias, que foi o primeiro depoente a ter a prisão decretada pelo presidente da Comissão, Omar Aziz (PSD-AM), prestou novo depoimento por cinco horas na delegacia do Senado, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e, após pagamento de fiança no valor de R$ 1,1 mil, foi liberado por volta das 23h de quarta-feira (7). O ex-diretor deixou o Congresso sem falar com a imprensa.

A versão apresentada pelo depoente, no entanto, foi colocada em xeque após a divulgação de  áudios que mostram uma conversa de Dominguetti com outra pessoa, na qual ele confirma o encontro com Dias no dia 25, data em que ambos estiveram juntos no restaurante.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background