“Espero que a população tome consciência, aglomere sabendo que pode morrer”, diz diretor do hospital de Campanha

Escrito por em 24/05/2021

Em entrevista ao Transnotícias da rádio Transbrasil, na noite desta segunda-feira o diretor do Hospital de campanha de Feira de Santana, Francisco Mota, voltou a alertar a população quanto ao alta índice de mortalidade dos pacientes com Covid-19 intubados na cidade, cerca de 67 % dos que precisam de ventilação mecânica acabam indo à óbito.

Segundo Mota, este índice é próximo do registrado em outras UTI do Nordeste, o diretor chamou atenção ao risco inerente a UTI.

“Esse percentual, não é exclusivo do hospital de campanha. Dois terços acabam indo óbito, só o fato de entrar no UTI aumenta em 40% o risco de morte.”

Segundo Francisco Mota, 5% dos contaminados acabam por precisar de tratamento intensivo devido, ao comprometimento do pulmonar e alto risco de agravamento, grande índice de contaminados causa o colapso do sistema.  

Francisco Mota fez um apelo à população sobretudo a mais jovem, para evitar aglomerações,  

“Espero que a população tome consciência, aglomere sabendo que pode morrer. No hospital de campanha na UTI, hoje só 4 pacientes tem mais de 60 de anos.”

Nesta segunda-feira, os leitos de UTI do hospital de campanha de Feira de Santana têm 100% de ocupação e os leitos clínicos estão em 67%.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background