Ex funcionários da CSN serão indenizados em 90 dias, garante Bruno Reis

Escrito por em 17/05/2022

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), anunciou ontem que no prazo de 90 dias os 800 ex-funcionários da extinta empresa de ônibus CSN (Consorcio Salvador Norte), que ainda não receberam a indenização trabalhista, serão indenizados.  

De acordo com o prefeito, o valor a ser pago é de R$ 12 milhões e uma articulação da Prefeitura permitiu destravar os recursos oriundos da venda de um terreno da empresa CSN.
“Desde quando os 800 funcionários não foram contratados pelas empresas atuais [OTTrans e Plataforma], nós estamos doando uma cesta básica por mês para eles. Eles não estavam conseguindo seguro desemprego, a prefeitura fez uma intervenção para que eles conseguissem e agora estão recebendo o seguro. A prefeitura pagou R$ 20 milhões para indenizar os 1100 trabalhadores primeiro, e esses 800 que tinham que ser indenizados, nós vendemos os terrenos para que isso acontecesse”, explicou o prefeito. 
Segundo o prefeito, existe uma burocracia para que os trabalhadores recebam a indenização, mas isso vai acontecer em um prazo máximo de 60 dias. O prefeito também expôs a dívida do CSN que ele conseguiu conversar com o banco e reduzir mais da metade para que o dinheiro fosse destinado para os trabalhadores. A empresa precisava pagar multas que totalizam mais de R$ 18 milhões, mas agora o valor caiu para R$ 8 milhões. “Os terrenos foram vendidos por R$ 20 milhões, só sobraria R$ 2 milhões depois que a empresa pagasse as dívidas. O prefeito foi no banco, conversou e conseguiu reduzir para que sobrasse os R$ 12 milhões necessários da indenização”, finalizou. 

Ouça aqui:

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background