Mãe de menina vítima de estupro em SC: “Fui chamada de desequilibrada”

Escrito por em 27/06/2022

A mãe da menina de 11 anos vítima de estupro de vulnerável e coagida a desistir do aborto legal, afirmou que foi chamada de “desequilibrada” ao tentar garantir o direito da filha.
Em entrevista ao programa Fantástico, divulgada no domingo (26), a mulher contou que não foi ouvida pela Justiça.

“Eu me sentia um nada, porque eu não podia tomar uma decisão pela vida da minha filha, pela ida dela para casa. Então, para mim foi muito difícil. Chorei, me desesperei, gritei dentro do fórum. Até chamada de desequilibrada eu fui. Porque era um ser acima de mim. Uma lei acima de mim. Não fui ouvida em nenhuma das vezes que a gente às instâncias”, conta.

Segundo a mãe, a sensação é de alívio após a permissão da Justiça para que a criança interrompesse a gravidez.

“Depois de tudo o que a gente passou, eu vendo a minha filha bem hoje, eu me sinto aliviada, né? Eu estou grata pela saúde da minha filha, que está bem por um pouco de Justiça, né? Porque ela é uma criança. Eu não vou falar que eu estou feliz. Não estou feliz. A gente está passando por um processo bem complicado ainda”, afirmou.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background