Não há risco de falta de oxigênio nos hospitais da rede estadual diz Sesab

Escrito por em 22/03/2021

A subsecretária estadual da saúde, Tereza Paim, reafirmou hoje (22) que não há risco de falta de oxigênio nos hospitais estaduais. De acordo com ela, o governo sempre se preparou desde o início da pandemia. No entanto, atualmente, a grande dificuldade é com a falta de cilindros.

“Pra aqui pra o estado da Bahia, o governo do estado sempre se preparou e todos os hospitais da rede própria, sejam eles gestão direta ou indireta, eles têm tanque de oxigênio. Então desde o início da primeira onda, chamamos as empresas que são fornecedoras e garantimos isso em ata. Dessa vez também há uma declaração de todas de que não há essa possibilidade de risco de falta de oxigênio. Conversando com os municípios também eles não estão tendo a falta do insumo. O grande problema são os cilindros, e a gente está nessa convocação geral pra que a gente possa ter mais cilindros, porque o consumo triplicou. Antes os hospitais usavam vinte e hoje usam 80, 120, por conta das pessoas que necessitam”, informou.

Ela também falou sobre o apoio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) aos municípios e a convocação feita ao Ministério da Saúde para aquisição de medicamentos necessários ao tratamento de pacientes graves com covid-19.

“O Brasil inteiro está sofrendo com isso. Convocamos o Ministério da Saúde pra que eles façam compras emergenciais, mesmo que no exterior, porque a gente sabe que as dificuldades são muito grandes, principalmente para os fornecedores daqui do Brasil.”

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background