Pfizer inicia testes de comprimido contra Covid-19 em humanos

Escrito por em 24/03/2021

A Pfizer anunciou que começou a testar a segurança em humanos de uma nova pílula contra o coronavírus que poderia ser usada ao primeiro sinal de doença.

Caso comprovada a eficácia nos testes, a pílula poderá ser prescrita no início de uma infecção para bloquear a multiplicação viral antes que a condição do paciente se agrave.

O medicamento se conecta a uma enzima chamada protease para evitar a replicação do vírus.

Medicamentos inibidores de protease tiveram sucesso no tratamento de outros tipos de vírus, incluindo HIV e hepatite C.

“Considerando a forma de mutação do SARS-CoV-2 e o impacto global contínuo da Covid-19, provavelmente será fundamental ter acesso a opções terapêuticas agora e após a pandemia”, afirmou Mikael Dolsten, diretor científico da Pfizer, em comunicado.

Durante uma entrevista, Dolsten disse que nenhum problema inesperado foi observado até agora e que o estudo pode gerar resultados em questão de semanas.

O novo inibidor da protease é o segundo medicamento desse tipo no qual a Pfizer faz testes em humanos como possível tratamento da Covid-19.

A companhia está testando outro medicamento administrado por via intravenosa em pacientes hospitalizados.

Faltam tratamentos que possam ser facilmente administrados no estágio inicial da Covid-19.

Nos EUA, está autorizado o uso de tratamentos com anticorpos desenvolvidos pela Eli Lilly e pela Regeneron Pharmaceuticals em pacientes que ainda não foram hospitalizados, mas têm alto risco de desenvolver sintomas graves. Essas pessoas precisam receber a infusão no hospital ou em um consultório médico.

Informações do Infomoney

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background