Procurar
Organizado por
De Olho no Rádio

A pequena Yasmin Bastos Nunes, de 10 anos, foi diagnosticada há quase seis com Leucemia LLA. Em outubro de 2018, cinco meses após concluir o tratamento, Yasmin teve uma recaída da doença, desta vez, uma leucemia extramedular, um caso considerado Raro, onde surgiram tumores localizados na região do abdômen, útero e ovário.

Uma luta que já dura seis anos, envolvendo sessões de quimioterapia e radioterapia e um transplante de medula em 2020, fez com que Yasmin junto com os familiares não desistissem nunca. Após três cirurgias realizadas, a pequena iniciou um novo tratamento chamado imunoterapia e no final do mês de dezembro do ano passado, recebeu a melhor informação que poderia ter, a doença estaria zerada.

No mês de março deste ano, Yasmin recebeu a notícia pela quarta vez que a doença havia voltado. Infelizmente os médicos informaram que os tratamentos com quimioterapia, radioterapia e imunoterapia podem não fazer mais efeito contra a doença e a única alternativa nesse momento é realizar a terapia ‘terapia cartcell’, onde as células são reprogramadas e turbinadas em laboratório para depois reconhecer e atacar as células tumorais.

Este procedimento tem um custo muito alto e não é realizado no Brasil. Apenas os procedimentos do tratamento variam em média três milhões de reais, sem os valores do deslocamento e custos com o hospital.

A família jáestá entrando em contato com hospitais, nos Estados Unidos e na Espanha, mas ainda sem definição onde será realizado o procedimento. Com esse objetivo foi criada uma ‘vakinha online’, para arrecadar fundos e concretizar o maior sonho de Yasmin, de ter a cura permanente.

Além do site da vakinha, é possível realizar a contribuição através de depósitos ou transferências bancárias.

Bradesco – Conta Corrente Ag:2273. C/C: 38128- ( Viviane P. Bastos Nunes)

Caixa Econômica – Conta Corrente Ag: 3802 C/C: 21812-6

( Viviane P. Bastos Nunes) PIX ( CPF: 826374315-04)

Participe da conversa

Mais episódios deste podcast

Posts recentes

Episódio 18