Rede estadual de ensino retoma aulas 100% presenciais; APLB é contra

Escrito por em 18/10/2021

A partir desta segunda-feira (18), as aulas na rede estadual de ensino são 100% presenciais. O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância deste momento e ressaltou que a infraestrutura das escolas está preparada para receber a comunidade escolar com segurança. Ele também afirma que “caso haja alguma situação de ameaça de que um estudante, servidor ou professor tem suspeita de covid, serão suspensas as atividades presenciais, continuaremos no remoto e se for comprovado continua a escola fechada para o presencial, mas fazendo remoto”.

Como preparação para as aulas semipresenciais, as escolas estaduais passaram por investimentos voltados aos protocolos de biossegurança, da ordem de R$ 305 milhões, disponibilizados para reforma, manutenção e adequações. Novos recursos foram destinados para as escolas, no mês de agosto, visando as aulas 100% presenciais, no montante de R$ 250 milhões do Tesouro Estadual, por meio do Programa Retorno Escolar Seguro (PRES). A Secretaria da Educação também investiu R$ 6,1 milhões na aquisição de fardamento escolar e distribuiu 2 milhões de máscaras nas escolas.

O presidente da APLB, Rui Oliveira, se posicionou contra o retorno. Em vídeo publicado nas redes sociais do sindicato dos professores, a estrutura das escolas contrariam a preconização da Organização Mundial da Saúde (OMS),
“É um equívoco. Uma atitude impensada. A própria OMS prevê que é proibido aglomerações. Tem que ter um metro e meio de distância entre um aluno e outro. Como é que numa sala com 40 alunos terá este distanciamento? esta matemática não existe”. Pontuou o presidente.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background