Restrições de atividades em Salvador e região serão prorrogadas até segunda; relembre medidas

Escrito por em 02/03/2021

Salvador e cidades da região metropolitana decidiram prorrogar as medidas restritivas, que começaram na última sexta-feira (26) em toda a Bahia, após reunião entre prefeitos. As medidas serão válidas até as 5h da próxima segunda-feira (8). O anúncio foi feito pela prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, durante entrevista ao Bahia Meio Dia, telejornal da TV Bahia, nesta terça-feira (2) e confirmado pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis, nas redes sociais.

“Infelizmente os números não cedem. A reunião foi com a presença do governador e decidimos prorrogar toda as medidas que já estão em vigor. Estamos suspendendo todos os serviços não essenciais. Só vão continuar serviços de natureza alimentícia e de saúde. Essas medidas valem até segunda-feira [8], às 5h”, disse o prefeito.

Bruno Reis também explicou o motivo de manter a decisão sobre as medidas restritivas.

“Tomamos essa decisão com base na dura realidade que estamos enfrentando para gerenciar as redes de saúde. Hoje acordamos com 96 pacientes aguardando leitos. Upas lotadas. pacientes nas macas. Tivemos que adotar essas medidas para evitar que o pior acontecesse em Salvador. Peço a compreensão, peço que respeitem as nossas medidas. Só saiam de casa se for necessário. A cidade precisa do emprenho de todos para a gente vencer essa guerra”, disse.

Moema Gramacho também detalhou sobre as medidas em Lauro de Freitas e na região metropolitana, que não serão diferentes de Salvador, segundo explicou

“Conde, apesar de não compor a região metropolitana, também faz parte desse contexto. Essa região metropolitana, o governador pretende renovar o decreto que está em vigor. Significa restrição de circulação das 20h até 5h e permitida prática de delivery de alimentos até 23h59. Os [serviços] essenciais continuam funcionando normalmente. No final de semana as praias continuam interditadas. É uma medida que nenhum de nós gostaria de adotar”, disse.

Segundo a prefeita de Lauro de Freitas, a venda de bebida alcoólica será proibida novamente a partir das 17h de sexta-feira.

De acordo com Moema, tanto o prefeito da capital, quanto os da região metropolitana foram unânimes em aceitar a prorrogação das medidas.

“O Prefeito da capital [Salvador] e os da região metropolitana, todos foram unânimes em concordar com a manutenção desse decreto. Todos nós estamos sofrendo as consequências da proliferação dessa doença. Então se a gente não faz um trabalho um trabalho com unidade, pode ter a migração de transmissão de um município para o outro. Portanto, há necessidade de uma decisão por unanimidade”, disse.

Durante a entrevista, Moema falou que os gestores municipais e o governador do estado entendem os prejuízos causados pela pandemia do novo coronavírus, no entanto, disse que a prorrogação das medidas é necessária para evitar o colapso no sistema de saúde.

“A gente sabe dos prejuízos, das dificuldades, o quanto a economia é prejudicada. Isso afeta também a prefeitura, afeta também as nossas ações. Estamos vivendo próximo de um colapso. Estamos com mais de 300 pessoas esperando regulação no estado. A média de regulação varia entre 12 horas e até três dias”, explicou.


Fonte: G1

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background
Digital 104.3 FM