Transporte coletivo em Feira de Santana: Salários atrasados, vale alimentação parcelado, e menos 130 ônibus circulando diz Sindicato

Escrito por em 25/03/2021

Os trabalhadores do transporte coletivo de Feira de Santana tem convivido com incertezas, atrasos e parcelamentos dos valores devidos pelas empresas de ônibus que operam o sistema de transporte na cidade.

De acordo com o Vice-Presidente do Sindicato dos rodoviários de Feira José Souza, a situação segue difícil, as empresas continuam demitindo os funcionários e atrasando pagamentos tanto no dia 5, quanto no dia 15 de cada mês e o o vale alimentação vendo sendo parcelado em três vezes.

Segundo José Souza, os rodoviários que realizaram uma paralisação temporária entre às 4h e 6h desta quarta-feira (24), pedem a vacinação da categoria e medidas efetivas combate ao coronavírus no transporte coletivo cidade.

Até a publicação as empresas Rosa e São João não responderam ao contato para comentar as declarações de José Souza.

Souza ainda informou que a frota antes da pandemia girava em torno de 240 ainda que a frota foi reduzida para um número entre 100 e 110 veículos.

Marcado como

Faixa Atual

Título

Artista

Background
Digital 104.3 FM